Etapas importantes à construção do VLT do Subúrbio foram concluídas em 2021. A Skyrail Bahia, empresa responsável pela construção e operação do modal, finalizou em dezembro as demolições em estruturas de nove estações do antigo trem, além de ter executado, ao longo do ano passado, os serviços de topografia, o mapeamento das interferências na via, a inspeção estrutural na Ponte São João, que faz a ligação entre os bairros Plataforma e Lobato, além de ter importado da Itália o equipamento  para produção das vigas de circulação do VLT.

A participação da comunidade também foi um marco no desempenho da concessionária. Ao longo de 2021, mais de quatro mil pessoas foram atendidas em encontros promovidos pela equipe social da Skyrail Bahia ou por meio dos canais de comunicação que estão sempre à disposição da população, como o e-mail faleconosco@skyrailbahia.com.br ou o WhatsApp (71) 9 9643-9410.

Para o início de 2022, a concessionária concluirá outros serviços importantes, como a sondagem do solo, que hoje registra um avanço de 96%, e as fundações das linhas de teste em implantação no pátio de manutenção da Calçada (64% concluída). “O ano de 2021 foi positivo em diversas frentes de trabalho. Agora, seguimos focados na construção do modal que transformará a mobilidade no subúrbio ferroviário de Salvador”, comenta o gerente de engenharia da Skyrail Bahia, Renato Siqueira.

Equipe celebra implantação da primeira estaca de fundação da linha de testes.

Preservação do patrimônio – Um dos trabalhos de maior visibilidade em 2021 foi a retirada das antigas estações do trem. Esse ciclo de trabalho durou cinco meses, entre julho e dezembro, com a conclusão das demolições e a remoção de estruturas como plataformas de embarque e passarelas das antigas estações.

As demolições começaram em julho pelos edifícios do antigo Pátio de Manutenção (Calçada) e estações Lobato e Santa Luzia. Em novembro, avançou nas estações Coutos, Praia Grande, Almeida Brandão e Itacaranha, além das estruturas do entorno da estação Periperi.

Uma equipe de arqueólogos a companhou o serviço para garantir o registro e salvaguarda de bens materiais e imateriais que poderiam surgir no canteiro de obras. Além disso, foi assegurada a preservação de duas estruturas: a “casa amarela” da estação de Periperi e a Estação Calçada (inaugurada em 1860).

Remoção das estruturas da antiga linha férrea.

 

Serviços avançam – Outros trabalhos finalizados em 2021 foram a topografia, que consiste no levantamento das características da superfície da área de implantação do projeto, e a inspeção estrutural da ponte São João. Para analisar as condições da ponte que receberá as estruturas do VLT, foi necessário executar uma verificação com estudos subaquáticos realizados por mergulhadores.

Foi 100% executado também o mapeamento das interferências na via. Os profissionais à frente desse estudo avaliaram os pontos em que o projeto poderia encontrar algum tipo de barreira, sobretudo, subterrânea, como redes de água, esgoto e telefonia, entre outros.

Sondagens do solo – mais de 900 perfurações já foram realizadas ao longo de 25km de extensão do projeto.

Outro passo importante foi a importação de um equipamento especial: 8 formas, vindas da Itália, que possuem uma tecnologia específica, capaz de produzir vigas com curvatura que serão as linhas-guia do VLT. Foram necessários 89 containers para o transporte do material.

Escuta e engajamento social – A Skyrail Bahia celebra também números positivos na interação com a comunidade. Ao longo de 2021 a concessionária promoveu 38 encontros com grupos de moradores, líderes comunitários, pescadores e marisqueiras, dentre outras representações do subúrbio ferroviário. Essas ações tiveram mais de 1.200 participantes, dos quais 83% classificaram as iniciativas da concessionária com a nota mais alta. Em todas as ocasiões houve rígido padrão de segurança em conformidade às normas de enfrentamento à covid-19.

Diálogos com a comunidade – Mais de 1200 pessoas participaram das ações.

Outros espaços de participação foram os plantões sociais itinerantes. Nessas ações, equipes sociais do projeto se deslocam a pontos estratégicos das comunidades a fim de facilitar a participação das pessoas. Somadas ao atendimento do escritório fixo e por telefone, este trabalho resultou em mais de três mil pessoas atendidas.

“Nossa missão é construir o VLT com o menor impacto possível. Para isso, promovemos o engajamento das partes interessadas e atuamos com transparência, usando como ferramentas ações participativas e inclusivas que favorecem a divulgação das informações, riscos e impactos, bem como o registro das sugestões e críticas dos participantes”, completa a analista de Comunicação e Responsabilidade Social da Skyrail, Ângela Santos.

Quem é a Skyrail?

A Skyrail Bahia é uma sociedade formada por uma parceria público-privado da chinesa Build Your Dreams (BYD), gigante global especializada em energia limpa com mais de 25 anos de experiência sólida no mercado, e o Governo do Estado da Bahia. A Skyrail Bahia é a responsável pela criação de uma nova realidade de transporte público, compreendendo a implantação, operação e manutenção do VLT (Veículo Leve de Transporte) do subúrbio de Salvador.