A Skyrail Bahia tem mantido em esquema de home office todos os agentes de campo responsáveis pelo contato direto com a população do Subúrbio Ferroviário. Neste momento delicado, a equipe social do projeto está em contato com as famílias da Área Diretamente Afetada (ADA) e tem atendido às demais comunidades que buscam informações através da Ouvidoria Social. Em abril foram realizados cerca de 400 atendimentos às comunidades do Subúrbio através de telefone, Whatsapp e e-mail.

A equipe social também tem realizado um relacionamento especial com os representantes de cooperativas, associações e lideranças comunitárias que atuam como multiplicadores de informações. Cerca de 25 líderes já estão cientes da interrupção temporária do trabalho social de campo, mas que as ações sociais programadas voltarão em breve. Entre elas, as devolutivas do diagnóstico social a marisqueiras e pescadores e as oficinas que compõe o Projeto Técnico Social.

O líder comunitário Sidnei Chaves, da Associação Pesca Maravilhosa, na região do Lobato, recebeu uma ligação da equipe da Skyrail e ficou satisfeito em saber que os trabalhos sociais terão continuidade após a pandemia. “Dentro do processo de isolamento as lideranças tentaram se organizar e trazer questões sobre a obra do VLT para conversar com a equipe social assim que possível. Já levantamos temas sobre melhorias de estrutura da pesca, por exemplo. Temos também ideias para estimular o turismo daqui”, destacou.

Atendimento

A Ouvidoria Social é uma ferramenta de comunicação disponibilizada pela Skyrail Bahia para oferecer às comunidades do Subúrbio assistência social, acolhimento às famílias da ADA, bem como informações sobre a obra e suas etapas.

O contato com a Ouvidoria Social pode ser realizado pelo telefone (71) 99185-1448, tanto por ligações quanto por mensagens via Whatsapp, e pelo e-mail social_vltsalvador@urbanizaeng.com.br

*IMAGEM: Arquivo Skyrail Bahia (11/02/2020)